O que é Clickbait?

O termo Clickbait – literalmente mordidas para cliques – se refere a um tipo de conteúdo que são distribuídos com títulos que geram grande expectativa, são provocadores e buscam despertar curiosidade ou um grande interesse para que o usuário dê um clique no link.

Também são considerados Clickbait as interpretações tendenciosas ou truncadas de noticias atuais ou temas de interesse geral.

O título ou “isca” deste tipo de conteúdos quase sempre vêm acompanhados de frases como “Você não acredita”, “Você irá se surpreender”, “X grupo não quer que você saiba” ou outras chamadas exageradas e fora de contexto.

Para que serve o Clickbait?

A função primordial do Clickbait é gerar tráfego para sites que monetizam seus espaços com publicidade. Quase sempre tratam-se de artigos otimizados para serem compartilhados através das redes sociais, especialmente o Facebook, onde é mais simples que se tornem virais.

Alguns sites incorporam funções como galerias (típico artigo em que existe a necessidade de pular de página em página para ver todas as fotos), apresentação de slides ou até atualizações de página, o que lhes permite aumentar bastante seus espaços publicitários.

Para se ter uma ideia do número de compartilhamentos que um um único anúncio do tipo Clickbait pode exibir, vamos tomar como exemplo este que circula no Facebook com um link promissor: “Armadilhas turísticas para evitar a qualquer custo”. Até o momento, este conteúdo foi compartilhado 3.123 vezes.

Ao entrar na página, o bloqueador de publicidade, detectou 42 anúncios. 45 slides depois (a propósito, bastante decepcionantes), o contator alcançou um impressionante número de 1.144 anúncios bloqueados.

Assumindo que as pessoas que compartilharam o artigo passaram por todos os slides, temos a impressionante quantidade de 3.572,712 espaços publicitários disponíveis para monetizar em PPC. Na prática, este número seguramente é mais elevado, pois provavelmente a página tem tráfego de outras fontes adicionais.

O Clickbait também pode ser utilizado em campanhas SEO e SEM

Veja também: Como impulsionar o crescimento de sua empresa através das redes sociais de forma orgânica

Qual é a diferença entre Clickbait e Fake news?

Ainda que não sejam a mesma coisa, é comum associar o Clickbait a Fake News, ou seja, a divulgação de notícias falsas, já que ambas são estratégias digitais tendenciosas e fora dos limites da ética.

As Fake News são especialmente abundantes em épocas delicadas para a política – como em vésperas de eleições – ou depois de uma tragédia natural ou humana. Porém, são conceitos distintos que servem com propósitos diferentes e, por isso, não devemos confundir. O Clickbait não necessariamente consiste em mentiras, mas sim, num conteúdo enganoso ou manipulado.

O Clickbait é ruim?

No momento, existe um debate a respeito da ética que envolve recorrer a esta modalidade para atrair tráfego e o consenso não é particularmente favorável, porém trata-se de uma prática que funciona e o seu uso está normalizado.

O que realmente é mal no Clickbait são as práticas associadas a ele, como o Fake News e o abuso de publicidade. Como resultado de seu uso excessivo, inclusive no Facebook, foram implementados algoritmos para reduzir o impacto do Clickbait desde 2014.

Os sites que se caracterizam por gerar Clickbait tem a finalidade de atrair uma grande quantidade de tráfego e obter lucros graças a monetização de publicidade, mas nada além disso. Na prática, esses resultados são exatamente tudo o que não queremos para uma campanha de Inbound Marketing. 

Continuando com o exemplo que demos, consultamos as estatísticas do FarAndWide no Alexa e os resultados são ruins: a taxa de rebote é altíssima (de uma forma ideal deveria ser 35%) e o tempo de permanência é breve e a grande maioria dos usuários não olham mais que uma página antes de irem embora.

Este artigo pode ser útil: O que é linkbaiting?

Quem faz Clickbait?

Existem empresas como Taboola e Outbrain que se especializaram em monetização de publicidade deste tipo.

Por outro lado, sites como BuzzFeed, Upworthy, Vice, Cultura Colectiva y Badabun ficaram consagrados como os maiores produtores de clickbait independentes e geram tráfego suficiente para serem sites bastante rentáveis.

Este artigo pode ser útil: O que é CTR?

Aprenda mais sobre Clickbait

Bom ou ruim? Útil ou Inútil? Deveríamos usar ou não? A última palavra é sempre sua. Se quer aprender mais sobre este assunto, dê uma olha nos recursos que selecionamos para você.

Precisa de ajuda com o seu conteúdo?

Você não precisa recorrer ao Clickbait para gerar um conteúdo atrativo e que gere muito tráfego para o seu site. Na Workana, você poderá encontrar os melhores redatores profissionais independentes, cada um deles com uma ampla experiência em vários nichos de mercado, que darão a sua campanha de marketing a alavanca que necessita para crescer.

Mais dicas em: Como saber se o redator freelancer que você quer contratar é o mais indicado para seu projeto

O que é Workana?

Convidamos você para conhecer a Workana, a maior plataforma freelance do Brasil. Desde 2012, nos esforçamos para continuar conectando empresas e empreendedores com os trabalhadores remotos das mais diversas especialidades.

O que é Keyword Stuffing?

O que é CPC, CPM e CPA?

O que é Tag H1?