O que é Motion Designer?

O que é Motion Designer e Motion Graphic - Workana Glossario PT

O motion designer é um profissional especializado em Motion Design, que consiste em animar, ou seja, dar movimento a elementos visuais estáticos. Qualquer peça de Design (imagens, gráficos, linhas, tipografias, ilustrações, fotografias, etc.) pode se tornar mais dinâmica e atrativa com a incorporação do movimento.

Porém, para que este processo seja bem sucedido, o motion designer deve combinar os conhecimentos “nativos” do Design com uma variedade de conceitos e técnicas essenciais para a criação de vídeos. É esta combinação que permite potencializar a transmissão da mensagem incluída nos elementos gráficos e seu impacto na audiência, gerando um tipo específico de animação, os Motion Graphics, que podem oferecer melhores resultados em termos de visibilidade, interações e conversões em diferentes canais digitais. 

Para que serve o Motion Design? 

Provavelmente, você já escutou que “o Conteúdo é Rei” (“Content is King”). Esta célebre frase se refere, com muita justiça, ao poder do marketing de conteúdos na atração e fidelização de clientes, assim como no posicionamento e na reputação online de uma marca. 

Neste sentido, o motion design traz um novo horizonte para a criação de conteúdos web. Já sabemos que os elementos visuais são excelentes para transmitir as mensagens que desejamos que nosso público assimile. Afinal de contas, o cérebro humano é capaz de interpretar as imagens até 60.000 mais rápido que os textos

Então, o Design se torna um aspecto crucial não apenas para as empresas e os negócios, mas também para qualquer profissional que queira dar seriedade e profissionalismo ao seu marketing pessoal. Os elementos visuais não são importantes apenas para anunciar produtos e serviços, mas também para transmitir a nossa identidade, isto é: quem somos, como queremos que o público nos perceba e como desejamos nos posicionar dentro do nosso segmento. 

Agora, imagine poder combinar estes recursos do Design com o vídeo, que se destaca como o formato preferido pelos usuários da Internet. Só para você ter uma ideia, mais de 80% das empresas, a nível mundial, incorporam vídeos em sua estratégia de marketing digital. E quase todas elas afirmam que continuarão investindo em vídeo marketing no futuro. 

Recomendado para você: Pense em vídeo: tudo o que você precisa saber sobre vídeo marketing

O poder dos vídeos nas estratégias de marketing digital: 

Se você ainda tem alguma dúvida do potencial dos vídeos como recursos de marketing, confira rapidamente estas estatísticas:  

Por todos estes motivos, o motion design vem se posicionando como “o futuro do marketing de conteúdos”. Com a ajuda dos motion designers, marcas e empreendimentos do mundo inteiro podem se beneficiar, ao mesmo tempo, dos atrativos da imagem, do vídeo e do som para promover seus produtos ou serviços e captar a atenção dos consumidores com conteúdos originais, divertidos e de alto valor agregado

Agora, pense no grande diferencial que o motion design pode oferecer à sua atual estratégia de marketing digital. Imagine como pode potencializar seu crescimento orgânico nas redes sociais e o rendimento das suas campanhas no Facebook, Google, Instagram e outros canais. Como aumentaria o poder de conversão das suas landing pages e ajudaria a melhorar a experiência dos usuários no seu site ou e-commerce… 

Com motivos de sobra, podemos afirmar que o Motion Design é um ótimo investimento para empresas e negócios de diferentes segmentos. E um motion designer pode ser seu grande aliado para fomentar interações de qualidade com seu público e conquistar mais e melhores vendas ou contratações. 

O que faz um motion designer?

O motion designer é o profissional qualificado para unir os conhecimentos típicos de Design, essenciais para criar elementos gráficos, com as habilidades fundamentais para animá-los. 

Por isso, muitos motion designers são designers gráficos ou ilustradores que foram se capacitando em técnicas de produção de vídeos, edição de áudio, efeitos especiais, animações digitais e uma série de ferramentas que permitem criar motion graphics de qualidade, como o Adobe After Effects.

Também encontramos produtores de vídeo e especialistas em desenhos animados ou animações 3D que decidiram se especializar neste segmento. Além disso, a demanda por formações específicas vem aumentando e veremos cada vez mais especialistas em Motion Graphics

Para explicar o que um motion designer faz, em termos simples, podemos dizer que seu trabalho consiste em dar vida às peças de design gráfico. Não à toa “anima”, que dá origem à palavra animação, significava “alma” no grego clássico, ou seja, o princípio que anima, dá vida e traz movimento aos corpos dos seres vivos. 

Como dissemos lá na introdução, praticamente qualquer peça de design gráfico originalmente estática, como gráficos, tipografias, linhas, imagens, efeitos visuais e todo tipo de arte ou ilustração podem “ganhar” movimento no contexto de uma animação. Logo, os motions designers podem criar diferentes tipos de conteúdos animados, os quais podem ser usados em inúmeros canais digitais (publicações nas redes sociais, e-commerces, web sites, etc.). 

Tudo isto permite que os motion designers se tornem especialistas na criação de um tipo específico de animação: os Motion Graphics

O que é Motion Graphic? 

Motion graphic, teoricamente, é um tipo de animação que se diferencia, principalmente, pelo seu propósito. Mas, qual é a diferença entre os motion graphics e as animações “tradicionais”?

Basicamente, fazer uma animação consiste em dar movimento às imagens, geralmente, para contar uma história ou dar vida a uma narrativa. Um bom exemplo são os filmes e as séries animadas que conquistam milhares de espectadores nas plataformas de streaming. 

Por sua vez, os motion graphics se referem a um segmento específico do Design, como vimos, o Motion Design. O principal objetivo de sua criação é trazer movimento às peças gráficas para, desta forma, captar a atenção do público e despertar seu interesse pela mensagem que é transmitida. 

Os motion graphics podem ser aplicados em diferentes elementos de Design, para torná-los dinâmicos, como por exemplo:

Logotipos Animados:

Incorporar movimento ao seu logo pode ser uma ótima estratégia para se diferenciar da concorrência e conseguir que as pessoas reconheçam a sua marca mais facilmente. Também pode ajudar a transmitir melhor sua especialidade ou campo de atuação, destacar sua paleta de cores e dar vida à sua identidade visual, tornando-a mais chamativa para os potenciais clientes. 

Confira alguns exemplos de logotipos animados no vídeo a seguir: 

Infográficos

O uso de motion graphics pode ajudar a dar mais destaque às informações centrais dos seus infográficos. Também facilitam a compreensão de ideias complexas ou que estão relacionadas a temas mais abstratos. Veja o exemplo abaixo de um infográfico com técnicas de motion graphic sobre Korea 24, feito por Sujin Yang:

Tipografias Rítmicas

Aqui, os motions graphics costumam ser particularmente úteis quando seu conteúdo contém muito texto. Uma boa combinação de efeitos e ritmo te ajudará a manter o interesse dos espectadores, evitando que a mensagem se torne cansativa ou repetitiva. Dá uma olhada neste exemplo da BRAXXU na Envato:

Artes e Ilustrações animadas:

As ilustrações animadas aparecem entre as principais tendências de Motion Design em 2021. A aplicação de motion graphics permite ampliar a variedade e a flexibilidade já bem conhecidas das ilustrações, para criar desde GIFs até campanhas publicitárias em diferentes canais. Além disso, a criação de personagens personalizadas vem fazendo sucesso como um recurso para humanizar as marcas e cativar a audiência. 

Veja esta ilustração animada do Yoda súper simpático, criado por Karen Wilson e publicado em seu perfil no Instagram (@kw_artspace):

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Karen Wilson (@kw_artspace)

Para continuar aprendendo sobre Motion Designer e Motion Graphics:

Como e onde contratar um Motion Designer?

Um motion designer pode trabalhar de maneira fixa em empresas (esquema CLT), assim como fazer parte de agências de marketing ou soluções digitais. Porém, com o crescimento do trabalho remoto e freelancer, cada vez mais profissionais de Motion Design decidem trabalhar de maneira independente

Ao optar pelo freelancing, estes profissionais ganham mais autonomia para organizar seus horários e esquema de trabalho, bem como escolher os projetos que realmente lhes interessam. Além disso, os motion designers freelance oferecem uma importante vantagem competitiva aos seus clientes: a flexibilidade na hora de contratar seus serviços

Na Workana, qualquer pessoa, empresa ou negócio pode contratar um motion designer freelancer para um projeto específico ou por horas, sem precisar somar um custo fixo ao seu orçamento. Isto significa poder ter acesso aos melhores talentos do Motion Design (e muitas outras áreas) com o custo-benefício mais vantajoso e em um esquema de trabalho 100% personalizado às suas necessidades. 

Então, se você está precisando de ajuda para criar motion graphics únicos para enriquecer suas peças de Design e campanhas de marketing digital, não deixe de conhecer nossos motion designers freelancers. E se preferir, publique gratuitamente seu projeto de Motion Design para explicar o que você precisa e começar a receber propostas de profissionais capacitados.  

E para não ter nenhuma dúvida neste processo de seleção e contratação virtual, confira nossas dicas neste artigo: Cheguei à Workana: e agora, o que devo fazer?

O que é Workana?

Convidamos você para conhecer a Workana, a maior plataforma freelance do Brasil. Desde 2012, nos esforçamos para continuar conectando empresas e empreendedores com os trabalhadores remotos das mais diversas especialidades.

O que é linkbaiting?

Arduino - O que é, Como funciona e Para que serve - Workana glossario

O que é Arduino?

O que é a “Gamificação”?